Projeto que prevê a instalação de Ecopontos na cidade segue para sanção do Executivo


Na sessão desta segunda-feira (07/08), a Câmara de Vila Velha aprovou em segunda discussão e encaminhou para a sanção do Poder Executivo, o Projeto de Lei nº 512/17, de autoria do vereador Reginaldo Almeida (PSC), autorizando a Administração Municipal a destinar áreas públicas para a implantação de Ecopontos – locais apropriados para o depósito correto de pequenos volume, resíduos oriundos de podas de árvores e entulhos da construção civil.

De acordo com Reginaldo Almeida, a instalação de Ecopontos em todas as regiões de Vila Velha seria uma solução viável, prática e barata, para enfrentar os problemas causados pelo descarte irregular de lixo e entulhos na cidade. “Os serviços que deram certo e que não estão mais em funcionamento precisam ser retomados. E os Ecopontos deram muito certo, pois diminuíram os lixões na cidade. Mas hoje, o lixo voltou a ser descartado de qualquer forma e em qualquer lugar, principalmente em terrenos baldios, margens de rios, esquinas e vias públicas. Devido a esse comportamento, seja por falta de educação das pessoas ou por falta de local apropriado para que elas lancem seus resíduos, vem causando o surgimento de inúmeros pontos viciados de lixo no município. E não podemos deixar que essa situação continue. A sujeira, além de deixar a cidade feia, causa problemas de saúde pública e danos irreparáveis ao meio ambiente”, ressaltou o parlamentar.

E ele completou: “Esse trabalho é uma via de mão dupla. A PMVV precisa investir nos Ecopontos, instalando os equipamentos necessários ao recolhimento dos materiais e conscientizando a população sobre as medidas e cuidados que todos devem ter, para manter nossa cidade limpa. No entanto, para que tudo isso funcione e renda os resultados esperados, Vila Velha precisa da colaboração dos próprios cidadãos”, lembrou.

Almeida encerrou seu pronunciamento em defesa de seu projeto informando ao plenário que os Ecopontos deverão aceitar entregas voluntárias de entulhos e pequenos objetos com volumes de até 3 m³, além de galhos de árvores, aparelhos eletroeletrônicos e móveis velhos e inservíveis, tais como sofás, armários, cadeiras, camas e colchões, entre outros. “Nossa proposta é que a PMVV disponibilize, nos Ecopontos, coletores diferenciados para cada tipo de resíduo, sendo uns para descarte final e outros para reciclagem”.

Conheça esse projeto na íntegra acessando o link abaixo: 
http://sapl.vilavelha.es.leg.br/sapl_documentos/materia/139_texto_integral

 

  

Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Editor Chefe: 
Claudio Figueiredo
Jornalista: Kárita Iana
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos: Schenilton Carvalho
Tel.: 
(27) 3349-3252
comunicacao@vilavelha.es.leg.br