Pestalozzi reconhece importância de parceria com a Câmara para regularizar sua situação no município

 

Por iniciativa do vereador Professor Heliosandro Mattos (PR), a Câmara Municipal promoveu, na sessão desta quarta-feira (29/11), uma Tribuna Livre apoiada por todos os 17 parlamentares da Casa, para tratar da situação da Associação Pestalozzi de Vila Velha. Após enfrentar graves pendências financeiras e trabalhistas deixadas por administrações anteriores – que ameaçaram seriamente a continuidade dos serviços que a entidade presta gratuitamente a 126 pessoas com deficiências, no município –, a Associação Pestalozzi montou uma força-tarefa com a ajuda voluntária de profissionais de várias áreas e graças a este esforço conjunto, conseguiu resgatar sua regularidade financeira e jurídica.


A boa notícia foi divulgada em plenário, pelo vereador Heliosandro, logo na abertura da Tribuna Livre, que contou com a participação especial de Ester Pacheco (presidente da Federação Nacional das Associações Pestalozzi); Luciano Pessinatti (presidente da Associação Pestalozzi de Vila Velha); Rodofolfo Breciani Penna (advogado e assessor jurídico voluntário da instituição); e do professor Nilo Rogério Magalhães de Barros (assessor administrativo voluntário da entidade).


Antes de passar a palavra aos convidados, Heliosandro informou também que, em reunião realizada na tarde desta terça-feira (28/11), com representantes da Pestalozzi, o Grão-Mestre Walter Alves Noronha, da Grande Loja Maçônica do Estado do Espírito Santo, garantiu o apoio da Irmandade nesta luta, visando ajudar a instituição a sanear suas pendências administrativas e financeiras, e seu contencioso fiscal e trabalhista, para se habilitar novamente à celebração de convênios com órgãos públicos municipais, estaduais e federais.

"A Pestalozi de Vila Velha se reorganizou e, com total apoio de todos os vereadores da Câmara Municipal e também da Maçonaria e da própria sociedade canela-verde, em breve retomará plenamente suas atividades no município, de forma adimplente e regular junto ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (CADIN). Inclusive, neste processo, há dois convênios que serão acertados: um com a Prefeitura de Vila Velha e, outro, com a Secretaria de Estado da Educação (SEDU) ", informou Heliosandro. 

Em seguida, a presidente da Federação Nacional das Associações Pestalozzi, Ester Pacheco, fez questão de agradecer publicamente e de valorizar a parceria e o apoio recebido de inúmeros voluntários - incluindo os 17 vereadores do município -, ao longo dessa jornada pelo resgate da entidade, em Vila Velha. Ela informou que, com o pagamento da parcela que vence nesta quinta-feira (30/11), a Pestalozzi de Vila Velha vai obter a certidão que tanto necessita para recuperar sua regularidade fiscal junto à União.

"Hoje, a gestão da Associação Pestalozzi de Vila Velha tem o controle detalhado de tudo o que acontece na unidade, desde o prazo de validade dos alimentos que recebe por doação, até o pagamento de pequenas despesas realizadas no dia a dia. Essa segurança administrativa - que gera transparência e aumenta a credibilidade da instituição -, mostra que todo o esforço conjunto que fizemos, desde o início desta luta aqui no município, valeu a pena", ressaltou Ester Pacheco.


Pouco depois, os participantes da Tribuna Livre puderam assistir, no telão do plenário, um vídeo que foi produzido e editado de forma voluntária pelos profissionais do Departamento de Comunicação da Câmara de Vila Velha, para contribuir com a campanha em prol do resgate da Associação Pestalozzi do município. O vídeo mostra como a instituição atende às pessoas com deficiência e como vem mantendo suas portas abertas em Vila Velha, graças ao trabalho de seus 34 voluntários. A matéria mostra, ainda, o esforço concentrado feito por profissionais de várias áreas, que atuaram na força-tarefa para recuperar a regularidade financeira e fiscal da Associação, na cidade.


Já o presidente da Associação Pestalozzi de Vila Velha, Luciano Pessinatti, elogiou a forma humanitária, sem nenhum interesse político ou partidário, com que os vereadores do município ajudaram a entidade ao longo desta luta. "Os parlamentares desta Casa de Leis entenderam a importância desta luta para garantir atendimento especial às pessoas com deficiência da nossa cidade e, desde o início, nos apoiaram em tudo o que puderam. Só tenho a agradecer a todos por colocarem o interesse público acima de qualquer questão política ou partidária, e também por terem trabalhado em parceria com a nossa instituição, sem medir esforços", disse ele.

E Pessinatti acrescentou: "Essa é a terceira vez que ocupo a Tribuna da Câmara de Vila Velha para falar sobre a Pestalozzi. Na primeira vez, cheguei aqui chorando, devido às pendências administrativas que encontramos e que nos impediram de continuar recebendo recursos públicos por meio de convênios, mas fui prontamente abraçado e acolhido por todos os 17 vereadores desta Casa. Na segunda vez, cheguei aqui preocupado, diante da falta de recursos, de materiais, de alimentos e de condições financeiras para continuarmos mantendo a Associação funcionando. Mas os vereadores entraram em nossa campanha e, de forma solidária, nos ajudaram a conseguir mais doações. E agora, nesta terceira vez, cheguei aqui sorrindo, expressando toda a nossa gratidão pelos resultados positivos obtidos a partir desta parceria com a Câmara, que nos possibilitou seguir em frente com este projeto".  


Dando continuidade à Tribuna Livre, o professor Nilo de Barros, gestor conceituado que possui grande experiência administrativa, também usou a palavra para ressaltar a importância das medidas que foram tomadas pela Associação Pestalozzi de Vila Velha, para resolver os graves problemas que estavam ameaçando a continuidade de seu funcionamento no município. "Também quero agradecer a todos os vereadores, empresários, moradores e  trabalhadores voluntários que contribuíram com essa luta pela regularização administrativa, financeira e jurídica da Pestalozzi de Vila Velha", assinalou.

E Nilo prosseguiu: "Sou voluntário atuando em favor desta causa há 22 anos e sei como é importante garantirmos transparência à gestão de entidades assistenciais e filantrópicas como a Pestalozzi. E esta transparência está  sendo restabelecida pela entidade, aqui em Vila Velha. Por isso, estou muito feliz. E para encerrar, também quero fazer uma reflexão: quem trabalha no mercado formal, tem o compromisso de atuar em defesa de seu salário, mas quem atua de forma voluntária, trabalha com o coração, visando apenas ajudar a quem precisa. Essa é a grande diferença que faz deste esforço um motivo de orgulho e honra para todos nós. Obrigado!" 

    

Por fim, o advogado Rodolfo Breciani Penna - assessor jurídico voluntário que atuou na força-tarefa para resgatar a regularidade fiscal e trabalhista da Associação Pestalozzi de Vila Velha - falou sobre o contencioso judicial herdado pela entidade: "Hoje, cerca de 10 ações trabalhistas estão sendo executadas pela Justiça do Trabalho, devido às falhas ocorridas em gestões anteriores da instituição. Esses passivos impediram a Pestalozzi de obter sua certidão negativa de débitos trabalhistas e fiscais, o que inviabilizou a continuidade dos repasses de recursos públicos que a entidade recebia, para manter suas atividades em Vila Velha. Mas com o esforço e a dedicação voluntária de vários profissionais, conseguimos elaborar um plano capaz de resolver todas essas pendências", comemorou ele.

E no enceraamento da Tribuna Livre, os vereadores PM Chico Siqueira (PHS), Arnaldinho Borgo (PMDB), Tia Nilma Guez (PRP), Ricardo Chiabai (PPS) e Dona Arlete (PSL) também falaram da importância do atendimento que a Associação Pestalozzi de Vila Velha oferece gratuitamente às pessoas com deficiência do município - principalmente às que pertencem a famílias de baixa renda -, e se colocaram à disposição para continuarem ajudando a instituição naquilo que for possível, como sempre fizeram.

Assista o vídeo abaixo e confira os pronunciamentos dos parlamentares e dos representantes da Associação Pestalozzi, que participaram da Tribuna Livre:  


   

Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Editor Chefe: Claudio Figueiredo
Jornalista: Kárita Iana
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos: Gilberto Ribeiro
Tel.: (27) 3349-3252
comunicacao@vilavelha.es.leg.br