Adeílson continuará defendendo prioridade para pacientes com diabetes em unidades de saúde

Os vereadores da Câmara de Vila Velha acataram o parecer técnico da Comissão de Justiça e, na sessão desta segunda-feira (10/09) votaram pela ilegalidade do Projeto de Lei nº 4.374/18, de autoria do vereador Adeílson Hortisuper (PSD), que garantiria atendimento prioritário a pacientes com diabetes que estivessem em jejum prolongado, aguardando a realização de exames médicos nas unidades municipais de saúde. 

Adeílson respeitou a decisão do plenário mas disse que continuará trabalhando para que as vítimas de diabetes tenham a mesma prioridade que idosos, pessoas com deficiência e gestantes têm, por direito, na hora de serem atendidas nas unidades de saúde de Vila Velha. 


“O diabético não deve fazer jejum maior que 8 horas e, quando isso acontece, o risco de hipoglicemia é grande. Para agravar a situação, a demora no atendimento (fato comum nas unidades da Rede Municipal de Saúde) pode acabar levando os pacientes à uma crise metabólica. E nossa proposição buscava justamente evitar esse tipo de problema”, ressaltou o vereador Adeílson. 


Conheça este projeto na íntegra, acessando o link a seguir:
https://sapl.vilavelha.es.leg.br/media/sapl/public/materialegislativa/2018/3981/prot._4374_18_-.pdf


Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Editor Chefe: Claudio Figueiredo
Jornalista: Kárita Iana
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos: Léo Victor
Tel.: (27) 3349-3252
comunicacao@vilavelha.es.leg.br