Lorenzutti integra comissão criada para negociar reivindicações dos servidores municipais com PMVV

 

“O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinfais), em acordo firmado com a PMVV, estabeleceu a criação de uma comissão de negociação para discutir as reivindicações do funcionalismo de Vila Velha, com a equipe da Administração. Esta comissão, que já foi instituída por meio de Decreto assinado pelo prefeito Max Filho (PSDB), envolve a participação de cinco servidores efetivos indicados pelo sindicato e cinco gestores municipais que atuam em áreas pertinentes às demandas pleiteadas pelos servidores, tais como os secretários de Governo, de Finanças, de Administração, da Controladoria e da Procuradoria Geral do Município. E hoje (07/05), aconteceu a primeira reunião de trabalho desta comissão”.    

A informação é do vereador Bruno Lorenzutti (PTN), que na sessão da Câmara de Vila Velha desta quarta-feira (07), comunicou ao plenário ter sido indicado pelo Sinfais como membro desta comissão de negociação. O parlamentar, que também é servidor municipal efetivo, preside a Frente Parlamentar em Defesa dos Servidores Municipais, criada na Câmara, por sua iniciativa, justamente visando ajudar a PMVV e o Sinfais na busca de alternativas para o atendimento das reivindicações apresentadas pelo funcionalismo, em sua luta por melhores condições de trabalho, por reposição salarial e por respeito aos seus direitos.

“A gente espera que esta comissão traga resultados e possa, efetivamente, avançar nas negociações com a Administração. Como sou otimista, saí da primeira reunião do grupo, hoje, esperançoso de que na próxima reunião, os secretários de Governo e de Administração apresentem o estudo preliminar de impacto financeiro para a concessão do ticket de alimentação e para o reajuste salarial dos servidores municipais, cuja data-base venceu no mês de maio. Também espero que os secretários cumpram outro compromisso que assumiram e mostrem o estudo de equiparação do salário mínimo do funcionalismo, que é uma vergonha e que precisa melhorar urgentemente, já que muitos servidores continuam recebendo menos do que um salário mínimo por mês, de salário”, disse Bruno Lorenzutti.

NOVA SEDE

O vereador encerrou seu discurso defendendo a construção de uma nova sede para a Prefeitura de Vila Velha, a fim de suprimir o pagamento de aluguéis mensais dos imóveis ocupados atualmente por todas as secretarias e departamentos da Administração Municipal, que são caríssimos e continuam onerando os cofres públicos, e sugeriu ao presidente Ivan Carlini (DEM) a realização de estudos para que o Legislativo também possa ter uma nova sede, mais ampla, mais acessível e bem localizada, oferecendo aos vereadores melhores condições para continuarem seu trabalho, e garantindo à população maior facilidade de acesso e maior comodidade para acompanhar as sessões da Casa.

Em resposta a Bruno Lorenzutti, o presidente Ivan Carlini pediu ao ex-vereador Arnaldo Borgo – pai do vereador Arnaldinho, que estava acompanhando a sessão e que tem grande experiência profissional como corretor de imóveis em Vila Velha –, para que vistorie uma casa situada ao lado da sede do Legislativo, na Prainha, que pode ser adquirida pela Câmara com recursos próprios, decorrentes da economia feita por todos os parlamentares do município, visando à ampliação do espaço e da estrutura do órgão. Assista o vídeo:



Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Editor Chefe: 
Claudio Figueiredo
Jornalista: Kárita Iana
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos: Schenilton Carvalho
Tel.: 
(27) 3349-3252
comunicacao@vilavelha.es.leg.br