Confira os discursos feitos pelos vereadores durante a sessão desta segunda-feira (29/05), na CMVV

 

TRABALHO EXTRA NA PM

 

 

Em discurso na Câmara de Vila Velha, o vereador PM Chico Siqueira (PHS) – presidente da Comissão de Segurança da Casa – criticou a notícia de que os policiais militares estão querendo trabalhar em seus dias de folga, para conseguirem uma renda extra e um salário melhor. “Acho isso um verdadeiro absurdo, pois os militares, devido ao estresse de sua excessiva jornada de trabalho, já vivem vulneráveis a conflitos conjugais, à depressão e a problemas psicológicos e sociais, justamente por falta de tempo para se dedicarem às suas famílias e ao seu necessário descanso. Por esta razão, sou contra o Governo do Estado conceder autorização para que eles trabalhem também em suas folgas”, disse o parlamentar, alegando que a manobra favorece o governo, que com isso pretende se eximir da responsabilidade de pagar salários dignos à categoria. O vereador Osvaldo Maturano (PRB) também se manifestou sobre este assunto, em aparte. Confira no vídeo acima.

 

 

FIM DO LIXÃO EM BRISAMAR


 

 

O vereador Reginaldo Almeida (PSC), que tem dedicado especial atenção à luta pelo fim dos pontos viciados de lixo em Vila Velha, não escondeu sua alegria ao atuar em conjunto com comunidade de Brisamar, para conseguir acabar com um antigo lixão que há tempos vinha atormentando a vida dos moradores do bairro. “O proprietário da área tomada pelo lixo já limpou o terreno e agora está começando a construir o muro e a calçada em volta do imóvel. E a PMVV também se comprometeu em realizar obras de paisagismo no entorno do local, para evitar que o lixão volte ou migre para outros terrenos vizinhos”, informou Almeida, sendo aparteado pelos vereadores Bruno Lorenzutti (PTN), Osvaldo Maturano (PRB) e Arnaldinho Borgo (PMDB), que também se posicionaram sobre o assunto.


 

REATIVAÇÃO DOS ECOPOSTOS


 

 

Logo em seguida, Reginaldo Almeida aproveitou a oportunidade para fazer, novamente, um apelo à Administração, visando reativar os ecopostos da cidade: “Os ecopostos são apropriados para receber pequenos volumes, restos de obras da construção civil e outros materiais que podem ser destinados à reciclagem. Esse serviço sempre funcionou muito bem em Vila Velha e pode ajudar bastante a reduzir o número de lixões no município”, disse ele. Logo em seguida, Almeida comunicou ao plenário que será submetido a uma cirurgia, nesta terça-feira (30), motivo pelo qual deverá faltar a uma ou duas sessões da Câmara. Os vereadores Heliosandro Mattos (PR) e Ivan Carlini (DEM), presidente da CMVV, saíram em apoio ao colega. Confira todos esses pronunciamentos assistindo o vídeo abaixo: 




REFORMAS “A TOQUE DE CAIXA” NO CONGRESSO


Indignado com a atual conjuntura política e administrativa do país – depois de tantos escândalos de corrupção e da perda de credibilidade da classe política brasileira, principalmente na esfera federal –, o vereador Heliosandro Mattos (PR) repudiou publicamente, durante a sessão desta segunda-feira (29/05), na Câmara de Vila Velha, a tentativa de o Congresso Nacional promover, a toque de caixa, as reformas Trabalhista e Previdenciária, em frontal desrespeito aos interesses da população e sem um debate mais aprofundado.




“Essas reformas vão mexer diretamente com a vida de mais de 204 milhões de pessoas e as discussões sobre isso estão acontecendo num momento em que, sobre o congresso, recai toda a desconfiança da sociedade e dos cidadãos brasileiros”, disse o parlamentar, que foi aparteado pelo PM Chico Siqueira (PHS). Em seguida, Heliosandro retomou a palavra e encerrou seu discurso pedindo apoio aos demais parlamentares, para que a Administração conceda ticket alimentação aos servidores municipais. O pedido foi apoiado pelo vereador Bruno Lorenzutti (PTN), presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Servidores Municipais, criada por sua iniciativa, na Câmara de Vila Velha.

 

RESCISÃO DE CONTRATO DE LOCAÇÃO


 

 

 

Mais uma vez, a exemplo do que já fez anteriormente, em outras sessões da Câmara de Vila Velha, o vereador Arnaldinho Borgo (PMDB) elencou as dificuldades financeiras e orçamentárias que vêm comprometendo a capacidade de investimento da PMVV e, ao salientar o agravamento da situação, devido à queda de arrecadação do município, o parlamentar também leu, em plenário, o texto de um ofício que enviou ao Gabinete do Prefeito, recomendando a Max Filho (PSDB) a rescisão do contrato firmado às custas do dinheiro público, para a locação de salas privativas em prédio situado na Praia da Costa. Confira este ofício no link:   https://www.slideshare.net/ClaudioFigueiredo5/ofcio-arnaldinho-borgo-prefeito



CRÍTICA A VEREADORES



“Também quero informar ao plenário sobre a atitude de um pseudo secretário municipal que divulgou um vídeo, recentemente, criticando os vereadores desta Casa de Leis, que estão fiscalizando com atenção os atos do Poder Executivo, em cumprimento às suas atribuições. Mas vou mandar um recado para este pseudo secretário: nós vamos continuar fiscalizando não só o seu trabalho, mas também de toda a Administração. Não adianta espernear. Queremos criar uma agenda positiva na cidade, mas para isso, essa Administração precisa acordar”, disse Arnaldinho Borgo. Em seguida, ele cedeu um aparte ao vereador Heliosandro Mattos (PR), que perguntou se essas críticas feitas pelo referido pseudo secretário foram muito salgadas, referindo-se ao Ouvidor da PMVV, Alexandre Salgado, que teria sido o autor das críticas. Arnaldinho sorriu, deixando transparecer que sim.



JUNHO VERDE


 

 

No encerramento de seu discurso, Arnaldinho Borgo também elogiou a iniciativa da vereadora Patrícia Crizanto (PMB), pela autoria do Projeto de Lei nº 1.843/17, já aprovado pelo Legislativo, instituindo em Vila Velha a campanha “Junho Verde”, que busca promover ações de educação ambiental durante todo o sexto mês de cada ano. “Quero lembrar a todos que estamos nessa luta e que já tramita aqui na Câmara um projeto de nossa autoria criando o programa ‘Vila Velha Mais Verde’: um sistema de compensação envolvendo o plantio de árvores por empresas que causam impacto ambiental na cidade. E já aprovamos nesta Casa um outro projeto nosso, que autoriza a PMVV a instituir o Plano Diretor Municipal de Arborização, criando políticas públicas de plantio, preservação, manejo e expansão da arborização urbana”, finalizou. Confira o pronunciamento de Arnaldinho sobre esses assuntos e o aparte do vereador Heliosandro , assistindo o vídeo abaixo: 




CRIANÇAS DE COBILÂNDIA ESTÃO FORA DA SALA DE AULA

 

 

 

No final da sessão desta segunda-feira (29), na Câmara de Vila Velha, o vereador Professor Heliosandro Mattos (PR) compartilhou com o plenário uma preocupação que requer atenção especial por parte da PMVV: “Estivemos em contato com o Conselho Tutelar da Grande Cobilândia e fomos informados de que mais de 300 crianças daquela região estão fora da sala de aula por falta de vagas nas unidades municipais de Educação Infantil e de Ensino Fundamental. A situação é grave e por este motivo quero convidar o presidente da Comissão de Educação desta Casa, Ricardo Chiabai (PPS), e o vereador Anadelso Pereira (PSDC) – que ao meu lado também compõe a comissão, como membro – para fazermos uma visita ao Conselho Tutelar daquele bairro, a fim de apurarmos esta denúncia e cobrarmos as soluções necessárias junto à PMVV”.

 

FALTA DE PROFESSORES PREJUDICA ALUNOS

  

Logo em seguida, Heliosandro fez outra denúncia envolvendo falhas na gestão da Secretaria Municipal de Educação: “Várias escolas da rede municipal estão ficando continuamente sem professores, em diversas disciplinas. Na Região 5, por exemplo, este problema é mais grave e muitas crianças estão rotineiramente sem aulas, por falta de professores. O secretário municipal de Educação já está no comando da pasta há cinco meses e teve tempo suficiente para tomar conhecimento dessas deficiências da rede e para providenciar os professores que estão faltando. Como isso não aconteceu, peço aos meus pares da Comissão de Educação que me ajudem nesta fiscalização e na busca de respostas”. Confira o vídeo:




LANÇAMENTO DA CAMPANHA JUNHO VERDE

 

 

A vereadora Patrícia Crizanto (PMB) reforçou o convite feito aos demais parlamentares de Vila Velha, para o lançamento da campanha “Junho Verde”, que acontece na próxima quinta-feira (1º de junho), às 19 horas, no Parque Urbano de Cocal. “O Projeto de Lei nº 1.843/17, de nossa autoria, que foi aprovado pela Câmara e que institui a campanha ‘Junho Verde’ na cidade, visa promover ações de educação ambiental durante todo o sexto mês de cada ano. E vamos abrir a programação do mês de junho -  que também envolve o ‘Dia Nacional da Educação Ambiental’ (03/06) e o ‘Dia Mundial do Meio Ambiente’ (05/06) - com ações de conscientização popular sobre a necessidade de preservarmos nossos recursos naturais e com o lançamento do nosso projeto no Parque de Cocal. Estão todos convidados.



A parlamentar, que criou e preside, na Câmara de Vila Velha, a Comissão Especial de Mapeamento das Áreas de Risco e de Vulnerabilidade Ambiental no município, lembrou que tramita na justiça, desde 2010, uma Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público, buscando obrigar a PMVV a elaborar um Plano Municipal de Educação Ambiental. Segundo ela, o prazo para que a Administração apresente este plano vence no dia 16 de setembro. “Com relação às invasões de áreas ambientais na cidade, realizaremos um ‘pedalaço’ como forma de protesto, saindo do Parque de Cocal, passando pela Lagoa Encantada, em Vale Encantado, e seguindo até o Parque Morro da Manteigueira, na Glória. Contamos com a participação de todos os vereadores nessa ação”. Assista o vídeo a seguir e confira este pronunciamento na íntegra, bem como o aparte de Arnaldinho Borgo (PMDB) sobre sua participação na construção do Parque de Cocal:



LEI MARIA DA PENHA

 

Já tramita na Câmara de Vila Velha proposição de autoria do vereador Professor Heliosandro Mattos (PR), que insere o ensino da Lei Maria da Penha no conteúdo transversal das disciplinas da grade curricular das escolas municipais. O objetivo da iniciativa, segundo o vereador, é fazer com que ações preventivas e de conscientização, junto às crianças e adolescentes da cidade, sobre a violência contra a mulher na sociedade e no ambiente doméstico e familiar, sejam realizadas desde cedo, no próprio ambiente escolar. "Isso também significa promover cidadania", justificou Heliosandro. 

 

Departamento de Comunicação
Câmara Municipal de Vila Velha 
Editor Chefe: 
Claudio Figueiredo
Jornalista: Kárita Iana
Imagens/vídeo: Eder Denadai
Fotos: Schenilton Carvalho
Tel.: 
(27) 3349-3252
comunicacao@cmvv.es.gov.br